NERDS NÃO ARRUMAM NAMORADA

Você tem milhares de gibis (tipo uns 7 mil) e sabe os nomes de todos os personagens de TODOS os desenhos animados que passam na televisão atualmente (e provavelmente de todos os outros desde os anos de 1980).

Secretamente você passa o sábado inteiro (inteirinho, todas as 24h) assistindo animes no Netflix, sem sair do sofá. No domingo você fica o dia todo, TODO, até às 23:45 estudando PHP - feliz da vida por estar estudando PHP.

Você leu Senhor do Anéis em menos de três semanas quando era garoto (os três volumes + o Hobbit). Leu todos os Terry Pratchet, Neil Gaiman, Douglas Adams, Asimovs e congêneres em que conseguiu colocar as mãos.

Você usa Linux faz tanto tempo que nem sabe direito como usar os Windows atuais.

Um observador desatento poderia te chamar de "nerd" e concluir, com razoável grau de precisão, que você vai morrer virgem, sem nunca arranjar uma namorada ou mesmo tocar seios que não sejam de plástico, vendidos em algum obscuro site japonês.

Seria uma injustiça. Não é nada disso o que faz de alguém um nerd.

Não.

Pra mim, o que faz um nerd de verdade, é esse misto de excitação e alegria que antecede o lançamento da próxima versão do seu software predileto. É esse sentimento de ansiedade que te faz querer ir dormir cedo para amanhã chegar logo. Como uma criança na véspera de Natal.

Isso senhoras e senhores é ser nerd. O resto é modinha.

‪#‎Drupal8‬