Desaforos

Fui até a cozinha buscar água. Lá, um antigo bolo de cenoura, me olhou e todo orgulhoso por ter virado um bolo de penicilina, me desejou uma boa noite e deu uma piscadinha.

Uma piscadinha, vejam só.

Educado, respondi ao boa noite e pedi licença para apagar a luz. Maquiavélico, voltei para o quarto com o meu copo d'água, fazendo planos de como deixar o bolo fazer novos amigos, amanhã, na lixeira do prédio.

Bolinho desaforado.