O cárcere da Emília

Hoje esta frase apareceu na timeline do Facebook com a foto abaixo.

"SESSÃO SAUDADE: Com a morte do Garnizé, a 1. edição do Sitio do Pica-pau Amarelo se reúne no céu com a Emília, Visconde, Tia Nastácia, Vovó Benta e Tio Barnabé. Saudades de uma infância sadia e feliz! "

E mesmo assim a obra de Monteiro Lobato ainda não está em domínio público, pois em 1998, para atender sabe lá Deus a que desígnios ou desejos, o então presidente da república Fernando Henrique Cardoso estendeu a lei de copyright por vinte anos, efetivamente prendendo a obra de Monteiro Lobato fora do domínio Público até o ano de 2018.

Não que haja relação, mas coincidentemente foi o mesmo ano que o congresso norte-americano aprovou o Mickey Mouse Copyright Act, estendendo também lá o copyright por 20 anos, impedindo que alguém fizesse com a Disney - horror - o que ela havia feito com os irmãos Grimm.

Todos os atores estão mortos. Está morto Lobato e está morto o editor de Lobato. Ainda assim sua obra ainda não pertence aos brasileiros e a humanidade, como sem dúvida ele teria preferido. Como seria justo.

Querida Emília, em 2018 eu prometo que vou estar te esperando nos portões da sua prisão e se, como temo, tentarem te manter encarcerada mudando de novo as leis, nós vamos quebrar as leis e fugir da prisão da "propriedade intelectual", pois Lobato já sabia que nada pode segurar uma boneca de pano. Eu vou estar te esperando Emília.